AS NOVAS SÉRIES DO NETFLIX

Olha, faz tempo que eu não dou as caras aqui pra falar de um assunto que eu consumo tanto: séries. Ultimamente ando assistindo bastante e hoje senti vontade de falar sobre as últimas duas que vi. As duas são produções do Netflix e estreias recentes. E ó, não se preocupa que não tem spoilers, viu! ;)

GIRLBOSS  EUA ∙ 2017 ∙ TRAILER

A mais nova série do Netflix é uma adaptação livre da biografia homônima de Sophia Amoruso, a criadora da famosa loja Nasty Gal. A história mostra os primeiros passos da criação da loja milionária, que começou em meados de 2006 por meio da venda de roupas vintage no eBay.

Assisti o trailer a alguns dias do lançamento da série e me empolguei. Nunca li o livro mas já tinha escutado muitas críticas positivas, por isso me interessei pela premissa de uma produção sobre moda e empoderamento feminino.

Acontece que eu me decepcionei um pouco. Já no começo de cada episódio vemos o aviso: “A seguir, uma releitura livre de eventos verdadeiros. Muito livre”. Fica perceptível que os eventos da vida real não aconteceram como mostrados na série. Mesmo com esse aviso, achei que faltou mais realidade nos episódios, justamente por se tratar de uma obra baseada em fatos. Se é uma adaptação da biografia de alguém, por que modificar tanto a história, certo?

Outro ponto que me incomodou fortemente foi a personalidade da Sophia. A série tenta passar a ideia de que a protagonista é uma garota rebelde e que corre atrás do que quer custe o que custar. O que chega ao público, porém, é apenas uma garota egoísta e sem escrúpulos. Pra terem uma noção, mais de uma vez eu me peguei torcendo contra o final feliz da personagem!

No geral, Girlboss é divertida, rápida e leve. A trilha sonora, os figurinos e as participações especiais (como a do RuPaul!) são destaques positivos e, no fim das contas, a história é inspiradora. Me deixou com bastante vontade de ler o livro. Em contrapartida, os episódios são extremamente rasos e cumprem de maneira muito superficial o que prometem — como no caso do girl power, que é muito pouco representado, mesmo estando até no título da série (!).

13 REASONS WHY  EUA ∙ 2017 ∙ TRAILER

Se você ainda não ouviu falar — coisa que eu duvido muito —, 13 Reasons Why conta a história de Hannah Baker, uma garota que cometeu suicídio e deixou fitas de áudio contando os 13 porquês da sua decisão. A série é também produzida pela Netflix e baseada em um romance de mesmo nome, escrito por Jay Asher.

Na minha opinião, essa é uma série difícil. Difícil pra quem fez e difícil pra quem assiste. A história é baseada em temas extremamente delicados, sendo suicídio o principal deles. A narrativa discute também bullying, assédio, machismo, depressão e muitos outros, tudo retratado de maneira muito gráfica, intensa e perturbadora.

A série me deixou bastante impactada e isso aconteceu principalmente porque tudo é muito real. É fácil pra qualquer pessoa, especialmente jovem, se identificar com os personagens, seja em atitudes boas ou ruins. Isso acontece porque eles foram retratados de maneira muito completa, em que nem todo mundo é tão bonzinho ou tão vilão.

O maior ponto positivo de 13 Reasons Why é definitivamente a fomentação de discussões sobre esses assuntos que são grandes tabus. É fato, a série deu o que falar e conseguiu passar sua mensagem principal: tudo o que você faz impacta a vida de alguém de alguma maneira. Por outro lado, esses temas são tabus por certos motivos e a discussão deve ser feita de maneira muito delicada. Para alguém que sofre ou já sofreu dos abusos retratados na trama, a visualização daquilo pode não ocorrer bem e até incentivar determinadas atitudes. Na minha opinião, faltou mais cuidado com isso, coisa que um simples aviso no começo dos episódios — como acontece em capítulos com cenas mais fortes — poderia amenizar.

O tema é muito amplo e relativo, mas, no geral, acredito que a trama mais ajudou do que atrapalhou. O Centro de Valorização à Vida, organização que ajuda na prevenção do suicídio, divulgou que depois da estreia da série, a procura por ajuda aumentou drasticamente. 

hannah

13 Reasons Why é chocante, revoltante e triste. Eu de forma alguma recomendo a quem acredita não estar bem mentalmente. Já aos outros, ainda que os primeiros episódios se arrastem muito e tudo demore muito pra acontecer, o tempo gasto é válido. A reflexão é perturbadora, mas extremamente necessária.

Por fim, deixo dois vídeos que acredito refletirem bem minha opinião sobre a história:

É isso! Parabéns pra quem leu até aqui, hehehe. Beijos!

Anúncios

OS TRÊS CANAIS MAIS CRIATIVOS DO YOUTUBE

picjumbo.com_HNCK4067

Oi, meu nome é Samantha e eu sou viciada em vídeos no YouTube. É sério, gente. Esse problema é real. Passo boa parte do meu dia assistindo milhares de canais, nacionais e gringos, e solto um gritinho de emoção toda vez que um dos meus youtubers preferidos libera um vídeo novo. Sou 100% adepta dessa nova mídia e acho que veio pra ficar, assim como os blogs, que ganham cada vez mais espaço.

Nos inúmeros canais que acompanho, os assuntos variam bastante. Tem humor, beleza, moda, decoração, livros, filmes e muito mais. É um universo muito grande e, por mais que essa seja uma vantagem, isso faz com que seja cada vez mais difícil se destacar ultimamente. Mas eventualmente acontece isso e é disso que eu vim falar hoje! Selecionei três (talvez quatro) canais que se destacaram aos meus olhos, justamente por abordarem assuntos diferentes dos demais. E ó, todos são nacionais, viu!

O primeiro deles eu já falei aqui no blog uma vez, que é o canal do Gustavo Horn. O Gus (#íntima) produz vídeos de vários temas: música, humor, culinária e muito, muito mais. Meus preferidos são os vídeos com mensagens inspiradoras, como o abaixo.

Se você gostou pode comemorar porque ele tem outro canal! O Café com Ideias, em parceria com o Pedro Pippin, traz vídeos em forma de bate-papo que abordam assuntos desde produção de vídeos até o sentido da vida. Infelizmente esse canal está bastante abandonado, mas não deixe de conferir os vídeos antigos porque valem muito a pena.

A segunda indicação não é bem um canal diferente, mas sim uma categoria dentro de um canal. Calma, eu explico. O Chico Rezende é conhecido por fazer vídeos de humor, daquele jeito que a gente já conhece e adora. Mas recentemente ele criou uma categoria no seu canal, chamada CineChico, que mistura o humor de sempre com as histórias dos nossos filmes preferidos. Eu achei a ideia genial e me apaixonei de cara pelos vídeos. Meu preferido é o baseado no Fabuloso Destino de Amélie Poulain, mas o de (500) Dias Com Ela também é um show.

O terceiro e último eu conheci essa semana, por indicação do próprio Chico. Foi amor à primeira vista e foi o que me motivou a fazer esse post. O canal da Bianca Mól é diferente de tudo que eu já vi no YouTube. Pense em vídeos que reúnem desenhos lindos, boa fotografia e histórias maravilhosas. Tudo isso feito com muita dedicação e amor, que são nítidos nas produções que ela faz. O resultado só poderia ser incrível e muito inspirador!

E aí, gostaram? Espero que sim! Esses são canais que eu gosto muito e que não poderia guardar só pra mim. Se vocês conhecem outras pessoas que fazem vídeos desse tipo, deixem por favor nos comentários que eu vou AMAR conhecer. Um beijo <3

Especial de Natal: Decoração!

Processed with VSCOcam with f2 preset
Imagem: Reprodução

Sim, você leu certo! Esse é o primeiro post do especial de Natal que eu preparei aqui pro blog! Poucos sabem, mas dezembro é o meu mês preferido. Amo férias, amo Natal, amo ano novo, amo final de ano, comida de final de ano, presentes, família reunida… pfvr, apenas maravilhoso. Todo ano fico super ansiosa e foi pensando nisso que eu resolvi fazer um especial aqui no blog. Até dia 25 pretendo postar pelo menos uma vez por semana sobre o Natal.

Hoje vou falar de decoração! Selecionei fotos e vídeos que mostram como deixar sua casa com o espírito natalino. Além da tradicional árvore de natal, a utilização de velas, almofadas, globos de neve, guirlandas, canecas e quadros definitivamente deixa tudo mais bonito.

1

Outra coisa que deixa a data bem mais legal são as comidas especiais! Claro que não pode faltar a ceia maravilhosa (RABANADA!!!!!!!!!!!!!!I), mas imagina só comer um morango de Papai Noel ou um biscoitinho de rena? Pfvrrrrr <3 Só não pode esquecer de deixar um biscoito com leite pro bom velhinho, hein!

Processed with VSCOcam with f2 preset

Peguei alguns vídeos com ótimas dicas de três vlogueiras. A Taciele Alcolea e a Bethany Mota (americana) mostram dicas de decoração e receitas super fofas, e a Bruna Vieira ensina como fazer um globo de neve!

É isso por hoje! Gostaram do post? Espero que sim. Beijo e até o próximo <3

A criatividade do Gustavo Horn

Imagem: Reprodução

Você se considera criativo? Esse é o título de um dos vídeos que eu mais gosto do Gustavo Horn. No canal dele vemos vídeos musicais, culinários, humorísticos e inspiracionais, mas todos com um fator em comum: a criatividade. Além de bem produzidos, eles possuem um excelente roteiro e definitivamente devem ser vistos por todo mundo. Selecionei para o post de hoje alguns dos meus preferidos:

O Gus fez o Draw My Life mais sensacional que eu já vi!

Os vídeos musicais também são demais, olha só!

Demais, né? Me desculpem pela quantidade de vídeos, mas é difícil não se empolgar :P Espero muito que tenham gostado! Beijos <3