O 18º pôr do sol

07

Inspiração vem mesmo nas horas mais inoportunas. Lá estava eu, a um mês do tão esperado 18 anos, sendo super adulta e voltando do trabalho de ônibus. Olho para fora da janela e vejo o céu daquele jeitinho de pôr do sol. Bem daquele jeito que só o céu de Brasília consegue proporcionar. A luz meio rosada e meio amarelada deixava apenas a silhueta do resto da cidade aparecer. Naquele momento, percebi que eu sou como o pôr do sol.

Somos inconstantes. Ora meio azuis, ora meio vermelhos, ora amarelados. Ora meio destemidos, ora inseguros, ora sem esperança. Estados de espírito que vêm e vão todos os dias.

Parei de olhar a janela por um tempinho e, quando me deparei, o céu já havia escurecido. O espetáculo havia terminado em questão de minutos. Assim é crescer. Quando você menos espera, já escureceu. Já cresceu. Um dia desses estava eu comemorando o aniversário de 15 anos, de 16, de 17, e olha só, finalmente 18. Não muito maior em altura, mas com a cabeça mais cheia de pensamentos. Mais cheia de medos e incertezas também. Descobrindo um pedacinho novo do mundo a cada dia, mesmo que estranhando na maioria das vezes.

Deixo registrado aqui os meus 17 anos, 11 meses e 1 dia, para que aos 19, 20 ou 21 eu consiga olhar para trás e ver que solucionei os enigmas de agora. Sabe como é, otimismo é algo que me acompanha desde muitos aniversários. É a única coisa que tenho para me segurar.

Finalizo esse registro mandando um beijo para a Samantha do futuro. Que você não seja tão desesperada quanto a Samantha do presente e que quando você ler esse texto, não me desaprove tanto pela maneira de escrever. Estamos combinadas? OK então. Feliz aniversário de 18 anos, de 19 anos e de quantos mais vierem. E que venham muitos, pra gente assistir muitos pores do sol juntas (dessa vez dentro de um carro, espero).


Esse texto foi escrito no dia 15/07 mas eu só tomei coragem decidi postar hoje, no dia do meu aniversário! Ainda fico meio com muita vergonha de postar texto aqui mas não queria deixar a data passar em branco. A foto tá sem filtro e mostra um dos pores (palavra feia, né?) do sol mais lindos que eu já vi aqui em Brasília. Espero que tenham gostado! Beijo e tenham um ótimo #SamDaMafiaDay :P

Anúncios

20 comentários sobre “O 18º pôr do sol

    • Samantha disse:

      Ahh, eu fico muito feliz com comentários tipo o seu, Gabriele! É muito bom saber que, mesmo não postando com frequência, tem gente que ainda gosta <3 Vou tentar postar mais sim, viu? Beijo!

  1. Rose disse:

    SAM! Não sei entrar no seu blog, informática não é a minha praia deve ser culpa do excesso de janeiros, a mente fica preguiçosa pra aprender coisas novas, mas como a sua mãe fez a gentileza de enviar-me seu texto devo dizer que amei, como amo tudo que vc escreve, e através deles que eu te conheço um pouco mais e adoro o que vejo uma menina linda, sensata, carinhosa que tem um olhar meigo e bondoso pra tudo que vê e consegue ver poesia ate num lindo por do sol em Brasília que pra tantos passa despercebido, minha querida nunca perca esta doçura que faz parte de vc, que vc cresça em idade, mas não endureça seu coração te amo muito e tenho o maior orgulho de vc minha linda.
    Rose

  2. Karol Dias disse:

    Oi!
    Nossa, fazia um tempão que eu não visitava aqui… Só queria declarar que: tá mais lindo ainda que antes! Esse layout é amor demais ♥ [aliás, voltei com o blog esses dias e te coloquei lá no meu blogroll, viu? Agora que tô de novo na blogosfera quero visitar aqui sempre!]
    Enfim, adorei o texto. Você escreve muito bem. E eu tô quase na mesma situação, mas pra mim ainda é 17, no próximo dia dois. Já tô sofrendo e te entendo muito. Mas o otimismo é definitivamente metade do caminho andado!

    • Samantha disse:

      Ahhh, que bom que você voltou com o blog <3 Entrava várias vezes e ficava triste que não tinha post novo. E por favor né, quem escreve bem aqui é você!!!! Amo seus textos e fico muito feliz que tenha gostado do meu também. Espero que dê tudo certo pra nós duas nessa história de crescer, hehehe. Beijo, Karol, e obrigada por me colocar no seu blogroll!

  3. Abadia disse:

    Grande menina-moça. Tenho muito orgulho de ser sua tia avó. Orgulho do seu progresso, do seu desenvolvimento. Feliz dezoito pores de sol. Pique Deus te de muitos e muitos pores do sol. Te amo muito.

  4. Consuelo Martins disse:

    Sam, emocionante é perceber e acompanhar de perto o seu crescimento, seu  amadurecimento. Adorei o texto. Ele retrata exatamente o misto de sentimentos que envolve todos os jovens. Não permita que o medo seja impedimento para seguir em frente. Você vai longe. Parabéns menina. Muito orgulho de você. Beijos.

  5. Renata disse:

    Nossa! Precisei pegar fôlego. Com certeza, este foi o texto que eu mais gostei. Tão cheio de emoção, de verdade. Tão exposto, tão nua que dava pra ver a sua alma. Linda alma de menina mulher! Que Deus te abençoe minha princesa, que Ele te cubra de saúde e sabedoria pra que você realize seus sonhos e acabe com seus medos. Te amo!

  6. andresalee disse:

    Oi, Sam!
    Não tenha vergonha de postar seus textos não, ainda mais se forem tão lindos quanto esse. Sério! Achei maravilhoso e inspirador. Adoro filosofias sobre nossa vida e o quanto temos que dar valor a esses pequenos (GRANDES) momentos.
    Feliz aniversário! E muitos mais pores (sim, a palavra é feia!) de sol pra vc! <3
    Bjos!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s